Espaço Israel Pinheiro


Obra de Oscar Niemeyer inaugurada em 2011, este museu eletrônico homenageia Israel Pinheiro, o engenheiro construtor de Brasília e tem como foco a relação entre o ser humano e a natureza. Destaque para os monitores sensíveis ao toque e o auditório interativo com projeção de vídeos sobre o meio ambiente. Para os escolares, mediadores organizam uma visita lúdica com jogos imersivos complementada por uma ida até o jardim de plantas medicinais e condimentais. No Bosque dos Constituintes, dá para ver espécies como o ipê, o pau-ferro e o pau-brasil, árvores plantadas a partir de 1988. 

Praça dos Três Poderes (atrás do Panteão, ao lado do Espaço Oscar Niemeyer)

Como chegar lá:

Telefone: 61-3323-6658

Visitação: segunda a sexta, 8h às 12h; 14h às 18h (mediante agendamento).

Gratuito.

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.

Acesso: linhas de ônibus que atendem a Praça dos Três Poderes.

Entorno: uma trilha do bosque da Constituinte leva até a Praça, onde se encontram vários museus.

Mais informações:
www.espacoisraelpinheiro.org.br




Memorial da Embrapa
Recursos Genéticos e Biotecnologia




Inaugurado em 2015, apresenta ao visitante parte da história da pesquisa agropecuária no Brasil. A linha do tempo mostra a evolução dos recursos genéticos e da biotecnologia do país nos últimos 40 anos. Nas vitrines, além de documentos, microscópios e outros materiais de laboratório, destacam-se alguns equipamentos e instrumentos desenvolvidos pelos próprios pesquisadores nas décadas de 80 e 90, como uma cuba de eletroforese, para experimentos de genética molecular e o primeiro equipamento de biobalística do Brasil, que permite transformar plantas com mais rapidez e segurança.

Parque Estação Biológica – Av. W5 Norte (final)

Como chegar lá:

Telefone: 61-3448-4919

Visitação: segunda a sexta (mediante agendamento).

Gratuito.

Acesso: linhas de ônibus que atendem a W3 Norte. Entorno: bem em frente, pode ser visitada a Casa do Cerrado, espaço destinado à preservação desse bioma.

Mais informações:
https://www.embrapa.br/recursos-geneticos-e-biotecnologia/historia




Museu de Ciências Naturais


Localizado no Jardim Zoológico de Brasília e reaberto em 2013, de seu acervo constam mais de 400 peças da fauna silvestre e exótica, como aves, répteis, mamíferos e anfíbios. Lá se encontram dioramas (vitrines que reproduzem o bioma natural) com animais taxidermizados e também terrários com animais vivos. Crianças e idosos se encantam com as atividades lúdicas, educativas e de lazer associadas à qualidade de vida e à preservação do ambiente. Enfim, é um espaço que vale muito o bilhete de entrada!

Av. das Nações, via L4 Sul – Jardim Zoológico (próximo à Administração e ao Serpentário)

Como chegar lá:

Telefone: 61-3445-7032 Visitação: terça a domingo, 9h às 12h; 13h30 às 17h00.

Ingresso pago (crianças até 12 anos e idosos pagam meia).

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.

Acesso: linhas de ônibus que atendem o Núcleo Bandeirante.

Mais informações: http://www.zoo.df.gov.br




Parque Nacional de Brasília


Também conhecido como “Água Mineral”, esse parque urbano foi criado em 1961 para proteger a vegetação e os rios que fornecem água potável à Capital do país. Suas principais atrações são as duas concorridas piscinas de água corrente mineral e as duas trilhas, onde o visitante pode observar a flora e a fauna. O lobo-guará, o tamanduá-bandeira, o tatu-canastra e a jaguatirica são algumas das espécies protegidas no local. A história do Parque está presente no Centro de Educação Ambiental, com exposição interpretativa e maquetes.

Via EPIA - Rodovia DF003 – km 8,5

Como chegar lá:

Telefone: 61-3233-6897

Visitação: diariamente, 8h às 16h. Ingresso pago. Crianças até 11 anos e adultos com mais de 60 não pagam.

Acessibilidade para pessoas com deficiência locomotora.

Acesso: linha de ônibus circular que sai da Rodoviária do Plano Piloto (Granja do Torto)

Mais informações: www.icmbio.gov.br




Parque Olhos d´Água


Com 21 hectares de área verde, atende aos moradores da Asa Norte e entorno em busca de lazer e vida saudável. Inaugurado em 1994, preserva vegetação típica do Cerrado, como o angico. Oferece 2 km de pista de cooper e trilhas internas, onde podem ser vistos gambás e preás. Crianças se divertem no parque infantil e adoram ir até a Lagoa do Sapo, que abriga tartarugas, patos e peixes. Já os adultos têm à disposição equipamentos de ginástica e aulas de yoga e tai-chi-chuan.

Quadras 413–415 Norte - Asa Norte

Como chegar lá:

Telefone: não tem.

Visitação: diariamente, 6h às 19h.

Gratuito.

Acesso: linhas de ônibus que atendem a L2 Norte.




Planetário de Brasília


Projetado por Sérgio Bernardes e inaugurado em 1974, foi revitalizado e reaberto em 2013. Oferece projeção da Via Láctea, do sistema solar, das fases da Lua e das constelações no teto de uma cúpula de 12,5 m de diâmetro. Tem capacidade para 80 pessoas por sessão. Entre os filmes, estão: “Dois pedacinhos de vidro”, “Origens da vida”, “O segredo do foguete de papelão” e “Reino de Luz: uma breve história da vida”. A projeção no teto é feita por meio de dois equipamentos: o Space Master e o Power Dome VIII, ambos produzidos pela Carl Weiss.

Setor de Difusão Cultural – Eixo Monumental (entre a Torre de TV e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães)

Como chegar lá:

Telefone: 61-3361-6810

Visitação: diariamente, 8h às 20h. Sessões de segunda a sexta, às 19h. Sábados e domingos, às 11h; 14h30; 16h; 17h30; 18h30.

Acessibilidade para pessoas com deficiência;locomotora.

Ingresso: para assistir à projeção é cobrado 1 kg de alimento não perecível por pessoa, a partir de 4 anos. Visitas às instalações e exposições são gratuitas.

Acesso: linhas de ônibus que atendem o Eixo Monumental.

Mais informações:
www.sect.df.gov.br/planetariodebrasilia